“Debaixo dos Arcos” foi, e ainda é, o primeiro blogue não virtual de Aveiro. Espaço de encontro, “tertúlia” espontânea, “diz-que-disse”, fofoquice pegada, críticas e louvores, ..., é uma zona nobre da cidade, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre "tudo e nada": o centro do mundo...

27 outubro 2011

Falar de mais... fazer muito pouco!

Escrevi em "Sim, Senhor Presidente. Enfim..." a minha opinião e crítica sobre o erro crasso a atitude pública e a tomada de posição do Presidente da República sobre a proposta do Orçamento de Estado para 2012. Um verdadeiro tiro no pé, a questão pública da equidade fiscal...

Em "Que rico exemplo de equidade" contestei o despesismo da Presidência da República (Casa Civil, Casa Militar, mais assessorias) em tempos de crise e quando se contesta as medidas de austeridade, e se fazem discursos e se tomam posiçõe spúblicas carregadas de demagogias.

Aqui está o exemplo de austeridade, de poupança, de Equidade!  (mesmo que o título possa ser entendido como tendencioso).
"Olhem para o que eu digo, esqueçam o que eu faço"... Tristeza!

É certo (e sabido) que a verdadeira diplomacia económica tem custos. Mas trata-se de uma cimeira de dois dias, apenas, com a presença também do Primeiro-ministro.
No caso concreto, é curioso que ela seja feita pelo Presidente da República e não pelo Primeiro Ministro!!! E mais curioso ainda é sabermos que ela será feita por um mordomo e por um médico pessoais.
Ou, retendo a imagem da última deslocação aos Açores (em plena crise e debate sobre contas e buracos), a esposa do chefe da casa civil, dois fotógrafos, uma enfermeira, dois bagageiros e 12 seguranças (DOZE!!!!!!! - Passos Coelho leva, no máximo, 4).

3 comentários:

Anónimo disse...

À imagem do presidente da república
parlamento e do governo central, também autarquias continuam a ser despesistas, fazendo alguns vereadores e técnicos, viagens à
custa de todos aqueles que estão a sofrer na "pele", especialmente os funcionários públicos, esta crise criada pela incompetência, e algo mais, de muitos ( e são tantos )
"políticos" que de ética nada sabem!
Ao ler-se o Diário de Aveiro de hoje não se pode ficar indiferente
ao facto de que uma câmara das mais individadas deste triste País
se tenha dado ao luxo de as fazer,
sem o mínimo de respeito pelo
concelho que a elegeu!...
Não devia ficar já tão admirado com tudo que se passa na minha NAÇÃO mas fico muito, mas muito indignado!...

Anónimo disse...

Amigo anónimo das 14.26, então não vê que os vampiros de hoje não são os mesmos da famosa canção de Zeca Afonso, com o mesmo nome?
Desde há 35 anos que são muito mais "inteligentes", espertos, sofisticados e por isso mesmo "rebentaram" com este pedaço de terra no "cu" da europa e vão sugar-nos até à última gota???
Nenhum Santo nos vai valer!...
Nem N. Sra de Fátima!

Zé de Aveiro

cognitivo2011 disse...

Estou plenamente de acordo com o a reacção transcrita sobre os factos de que se retrata, depois de vários discursos: primeiro na altura do PEC 4 e depois neste orçamento rectificativo de 2011 e para já não falar no Buraco da Madeira, e não vamos esquecer as férias em família no retiro Açoriano aquando da morte do até agora único Nobel da Literatura Português em que as referidas férias em familia serviram de desculpas para não comparecer na referida cerimónia fúnebre com honras de Estado á qual não compareceu.