“Debaixo dos Arcos” foi, e ainda é, o primeiro blogue não virtual de Aveiro. Espaço de encontro, “tertúlia” espontânea, “diz-que-disse”, fofoquice pegada, críticas e louvores, ..., é uma zona nobre da cidade, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre "tudo e nada": o centro do mundo...

05 março 2006

Lição de vida...

Recebi por mail de um familiar especial no Brasil.
Por me rever inteiramente no que o texto reproduz, aqui fica a sua transcrição.
(Obrigado Tio Abel)

"Espíritos Evoluídos"
Há alguns anos, nas olimpíadas especiais de Seattle, nove participantes, todos com deficiência mental, alinharam-se para a partida de uma corrida de 100 metros livres.
Ao sinal, todos partiram, não exactamente em grande velocidade, mas com vontade de dar o melhor de si, terminar a corrida e ganhar.
Um dos garotos tropeçou no asfalto, caiu e começou a chorar.
Os outros oito ouviram o choro. Diminuíram o passo e olharam para trás.
Então viraram e voltaram atrás. Todos eles.
Uma das meninas com Síndrome de Down ajoelhou, deu um beijo no garoto e disse-lhe:
- Pronto, agora vai passar!
E todos os nove deram os braços e andaram juntos até à linha de chegada.
O estádio inteiro levantou-se e os aplausos duraram muitos minutos...
Talvez os atletas fossem deficientes mentais... Mas com certeza, não eram deficientes espirituais...
Isso porque, mesmo que inconscientemente (ou não) eles sabiam que o que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho é ajudar os outros a vencer, mesmo que isso signifique diminuir os nossos passos.

"Procure ser uma pessoa com valor, em vez de procurar ser uma pessoa de sucesso. O sucesso é só uma consequência."

3 comentários:

Alessandro_PPG disse...

Olá! Estou divulgando o meu blog : http://ilustrada-ppg.blogspot.com/ e meu site: http://www.ilustrada.ppg.br/ Ajude a divulgar a arte! Desde já agradeço! Conto com o seu apoio! Abraços !

Rogério Carvalho disse...

Fantástico...
Admiro pessoas assim. Vivemos numa sociedade, e, o que importa é saibamos ser um Homem Social.

Devemos ser uns, para os outros.

Não vim a este mundo para me isolar da sociedade, mas sim interagir com a mesma.

De salientar, esta atitude, vinda destes autores. Hoje poucos pensam assim, estamos num mundo cada vez mais egoista, material e muito pessoal (individualidades, "cada um por si").

Anónimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu