“Debaixo dos Arcos” foi, e ainda é, o primeiro blogue não virtual de Aveiro. Espaço de encontro, “tertúlia” espontânea, “diz-que-disse”, fofoquice pegada, críticas e louvores, ..., é uma zona nobre da cidade, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre "tudo e nada": o centro do mundo...

17 março 2006

Rio Novo

Politiquices à parte (embora seja de saudar o elogio democrático do Presidente da CMA ao trabalho efectuado neste projecto, pelo anterior executivo), o projecto para o Rio Novo do Principe, para além da legitimidade bairrista das gentes de Cacia, é muito mais abrangente e benéfico para todo o Concelho de Aveiro.
Não tenho qualquer afeição lógica e pessoal com a freguesia de Cacia. No entanto, inexplicavelmente, nutro por aquela zona uma ligação afectiva apenas superada pelo relacionamento e envolvimento que tenho com a Cidade onde nasci e vivo.
Estive desportivamente dois anos ligados ao CENAP; a filhota está a completar toda a sua pré-escolaridade num infantário em Cacia e já está matriculada (marcadamente por questões de sociabilidade infantil) numa Escola Primária local.
Há ainda um "je ne sais qua" que me atrai algumas emoções para lá.
E este projecto e ambição tão antigo para aquela gente, deve ser mais abrangente do que uma simples (!) pista internacional de remo.
Que as condições definidas e o projecto planeado, criem uma infra-estrutura desportiva por execelência, sustentável e rentável, é uma realidade importante que deve ser tida como ponto de partida para um investimento mais alargado e com uma visão mais ampla. Uma visão social, ambiental e económica.
Cacia tem condições ímpares no Concelho de Aveiro (sem desrespeito pelas outras freguesias não urbanas).
Uma envolvente ambiental explorável, um parque industrial com significativo valor (Vulcano - C.A.C.I.A. - Funfrap - Portucel, entre outros), um elevado património cultural e muito espaço por ordenar de forma racional e estruturada.
Que o projecto desportivo para o Rio Novo do Príncipe, consiga transformar Cacia de forma abrangente e, consequentemente, o município de Aveiro, valorizando-a do ponto de vista económico, turístico, ambiental, social e cultural.
Que venha um Rio Novo.

2 comentários:

beiraria disse...

A Ria de Aveiro em imagens. Uma imagem por dia. Sem palavras

Anónimo disse...

afinal parece que já não vamos ter pista!